Entenda como a gestão de assistência técnica pode ajudar a reduzir os custos, a aperfeiçoar os processos e a garantir ótimos resultados para o seu negócio.

Gerenciar qualquer empresa, por si só, já requer um grande número de habilidades e competências dos gestores. Mas quando falamos em gerenciamento de serviços e, especialmente, em gestão de assistência técnica, a verdade é que a rotina envolve muito mais do que planejar e controlar os serviços prestados pela empresa. Itens como a satisfação do cliente, a capacidade de cobertura no atendimento e a qualidade do trabalho executado são ainda mais importantes.

Todo administrador de uma empresa que presta assistência técnica sabe que cada um dos processos exige eficiência e assertividade, tanto para garantir que o cliente aprove e recomende o serviço quanto para assegurar bons resultados à empresa. É só imaginar o tamanho da confusão que a falta de gestão nessa área pode causar — produtos entregues para clientes errados, falta de peças para manutenção ou até visitas em horários trocados.

E para mostrar para você como uma boa gestão de assistência técnica pode ajudar a reduzir os custos, a aperfeiçoar os processos e a garantir ótimos resultados ao seu negócio, preparamos um e-book completo sobre o assunto. Para acessá-lo, basta clicar na imagem abaixo:

 

 

Trabalhando com os roteiros de prestação de serviços

Para começar, o primeiro capítulo do e-book apresenta alguns desafios e particularidades do dia a dia das assistências técnicas, explicando que esse tipo de negócio tem muitos processos diferentes e modelos distintos de prestação de serviços. Afinal, as competências de uma assistência técnica valem tanto para aquela sala comercial que faz o reparo credenciado de eletroeletrônicos quanto para uma grande empresa que aluga equipamentos de construção civil e é responsável pela manutenção deles.

E todo esse cenário é apresentado para, então, mostrar na prática como os roteiros de prestação de serviço podem ser grandes aliados dos gestores na hora de organizar os processos. Isso porque eles funcionam como um passo a passo para o atendimento na sua empresa. Como consequência desses processos claros e bem definidos, é possível melhorar a qualidade dos serviços, o cumprimento dos prazos e, ainda, acompanhar com eficiência a evolução do atendimento.

 

Colocando ordem na agenda

No segundo capítulo, vemos uma das consequências imediatas da elaboração de um bom roteiro de prestação de serviços, que é a possibilidade de trabalhar com uma agenda organizada e funcional. Aqui, explicamos como o agendamento de horários da equipe técnica é um aspecto essencial para garantir o cumprimento dos prazos e a satisfação do cliente, tanto em relação ao primeiro atendimento quanto à execução do serviço em si.

Com um exemplo prático, o e-book propõe a situação na qual uma empresa que não faz o controle da agenda acaba confundindo os horários de agendamento para a assistência. Como consequência, o técnico acaba tendo duas visitas agendadas no mesmo horário, o que prejudica não apenas o seu trabalho, mas também o atendimento aos dois clientes, gerando insatisfação para ambas as partes — aqui, o material apresenta ainda a tecnologia de gestão automatizada como uma boa alternativa para o controle desses dados.

 

Acompanhando a gestão de estoque

Na terceira parte do e-book, o destaque fica por conta da gestão do estoque, que também possui um papel importantíssimo nas operações de qualquer negócio deste ramo. Até porque quem trabalha com a gestão de assistência técnica sabe que quanto mais tempo um produto leva para ser devolvido, mas difícil é lidar com o humor dos clientes.

Por isso, correr o risco de ficar sem peças e equipamentos essenciais em estoque está fora de questão. Ainda mais se considerarmos que uma das melhores maneiras de fidelizar os clientes é oferecendo, justamente, qualidade e agilidade na entrega.

Tudo isso, é claro, considerando que o controle do estoque ainda é essencial para manter as finanças do negócio em dia. Isso porque um grande volume de peças não utilizadas no depósito também é sinônimo de prejuízo ou de ineficiência na gestão de compras.

Nesse cenário, contar com um sistema de gestão automatizada também pode contribuir para as rotinas internas, visto que ele oferece diversas funcionalidades para auxiliar no controle das entradas e saídas de produtos, no levantamento das peças com maior saída e, ainda, contribui para a interpretação de resultados mais precisos para ajudar nas tomadas de decisão.

 

Utilizando a tecnologia na gestão de assistência técnica

Por fim, o quarto e último capítulo reforça o poder transformador que a tecnologia pode colocar a serviço do empreendedor. Isso porque, se antes as anotações manuais e as planilhas isoladas em computadores faziam parte da rotina das assistências técnicas, hoje esse panorama é muito diferente.

No e-book, vemos que a forma de atender aos clientes, de gerir as informações da empresa e de controlar os processos mudou, e a tecnologia funciona como uma grande aliada dos negócios na hora de acompanhar essa transformação, em especial com o auxílio de softwares ERPs, que automatizam e ajudam na gestão de todos esses dados.

E então, ficou interessado e quer saber mais sobre como a gestão de assistência técnica pode fazer o seu negócio reduzir os custos e aumentar a qualidade dos serviços prestados? Clique na imagem abaixo e faça o download gratuito do nosso e-book agora mesmo!

 

 

Esperamos que você aproveite as orientações deste material para obter ainda mais sucesso na sua jornada! E caso fique alguma dúvida, deixe um comentário ou entre em contato com a gente! Nossa equipe está sempre à disposição para atendê-lo.

Dúvidas? Entre em contato agora mesmo

FALE COM NOSSOS CONSULTORES