Controle de qualidade: saiba por que implementá-lo na sua empresa

Você já se perguntou como anda a qualidade dos seus produtos ou serviços? Se não, talvez seja o momento de começar a pensar nisso com mais cuidado. Afinal, em um mercado composto por clientes cada vez mais exigentes e bem informados, o controle de qualidade é essencial para o sucesso de qualquer negócio.

Trata-se de uma medida adotada por organizações de diferentes portes e segmentos em todo o mundo para definir padrões que devem ser seguidos em procedimentos, políticas e ações internas e externas. É um sistema que considera o grau de satisfação do consumidor, dos acionistas, dos funcionários, dos fornecedores e da sociedade como um todo.

Para fazer esse controle, as propriedades de produtos, serviços, atendimentos ou ações são testadas com o objetivo de estabelecer um determinado padrão de qualidade para as empresas. Além do controle interno, existem vários órgãos internacionais que regulamentam estes padrões e especificações técnicas. Cada país possui sua legislação sobre o assunto e o não cumprimento da lei pode render sanções à organização.

Um dos órgãos pioneiros em padronização de produtos é a International Organization of Standardization (ISO). Com certeza você já ouviu falar dela ou, até mesmo, atua seguindo suas diretrizes, não é verdade? Ela foi fundada em 1947, em Genebra, na Suíça, e está presente em 157 países, inclusive no Brasil, com a função de normatizar diferentes produtos para que a qualidade deles seja sempre melhorada.

A ISO institui requisitos que aperfeiçoam processos internos e produtos e monitora o ambiente de trabalho e a satisfação dos clientes. Com isso, ela credencia empresas com certificados que dão credibilidade e atestam a seriedade e a qualidade daquilo que oferecem no mercado.

 

A importância do controle de qualidade

A importância do controle de qualidade está no fato de que, ao implementar regras e instruções padronizadas, as empresas buscam reconhecer e diminuir os erros que acontecem na rotina. Dessa forma, elas contribuem para o aumento da qualidade e do padrão de excelência dos negócios.

Atualmente, a gestão da qualidade é um setor imprescindível aos empreendimentos, independentemente de porte ou segmento de atuação. Isso porque ela é responsável por, aos poucos, fazer com que a cultura do lucro a qualquer custo seja substituída pela ideia de que ele só é possível por meio do investimento e da preocupação com a qualidade dos produtos e serviços.

Uma empresa que não garante esta qualidade perde, ao longo do tempo, competitividade no mercado. Já aquela que se preocupa não somente com a qualidade dos produtos e serviços, mas com tudo aquilo que envolve a cadeia produtiva, o que inclui o bem-estar dos próprios funcionários, acaba demonstrando ao consumidor final que preza pela sua satisfação. E um cliente satisfeito é um cliente fidelizado.

 

Colocando o controle de qualidade em prática

Pensar em controle de qualidade significa olhar o processo por completo e envolver todas as pessoas inseridas no contexto da fabricação de um produto ou da entrega de um serviço. Ao dividirmos coletivamente as responsabilidades fica muito mais fácil atender às expectativas dos clientes.

Podemos usar aqui o exemplo de uma lanchonete. Não adianta nada o cozinheiro fazer um bom trabalho se o garçom não oferecer um bom atendimento. Por mais que o produto seja bom, o cliente não ficará completamente satisfeito. Talvez ele tente uma outra lanchonete da próxima vez.

Sendo assim, a primeira dica para implementar o controle de qualidade é ter a clara noção de que todos devem se envolver no processo. E isso vai desde os fornecedores de matéria-prima até a equipe comercial, passando, é claro, pela produção.

Outra forma de garantir a qualidade é promover a melhora contínua nos processos de produção. Quando encontrar erros ou falhas, estes devem ser utilizados para ver o que aconteceu e, a partir deles, encontrar a solução para que não se repitam. E isso não deve ser feito apenas quando houver uma urgência, mas, sim, de modo rotineiro e sistemático.

E, por último, mas não menos importante, a qualidade está intimamente ligada à capacitação dos funcionários. Ela deve ser constante e pode ser feita por meio de treinamentos, reuniões e campanhas específicas, além de outras diversas ações capazes de promover a cultura da qualidade entre os membros da equipe.

O acompanhamento de todas essas ações precisa acontecer com foco em cada operação individualmente, mas também observando o todo e a integração entre as áreas. Nesse sentido, um sistema ERP pode fazer a diferença, porque ele é desenvolvido para proporcionar ao gestor uma visão completa da empresa. Assim, fica mais rápido e eficiente monitorar o cumprimento de todas as tarefas em busca da qualidade.

Aqui na Pró-Data System’s, oferecemos o ERP Radar Empresarial, da WK Sistemas, que tem um módulo voltado especificamente ao controle de qualidade. A solução oferece integração das rotinas, gestão de não conformidades, ações preventivas e corretivas, autocontroles, laudos e gestão de documentos, entre outras funcionalidades. Além disso, ela pode ser parametrizada de acordo com as necessidades de controles e gestão da sua empresa a partir de seus próprios critérios de inspeção de qualidade.

Quer conhecer melhor nosso ERP? Entre em contato conosco! Nossa equipe está sempre à disposição para auxiliá-lo.

Dúvidas? Entre em contato agora mesmo

FALE COM NOSSOS CONSULTORES