[E-book] Conheça os erros mais comuns na gestão industrial e saiba como evitá-los

É fato que a gestão industrial, quando realizada com eficiência, é sinônimo de aumento da produtividade, otimização de resultados e, inclusive, maior lucratividade. Mas não é incomum, no entanto, que erros sejam cometidos nos mais diversos setores da empresa, do armazenamento de produtos às vendas, comprometendo a qualidade da gestão industrial como um todo.

Essas falhas, é claro, não são ocasionadas intencionalmente, mas sim por razões diversas, como a falta de planejamento ou planos feitos de forma equivocada, ou ainda pela ausência de informações que possam dar suporte às decisões dos gestores. O fato importante a ser lembrado em relação às falhas é que o tratamento que se dá a elas é determinante para o fracasso ou o sucesso de uma indústria.

Pensando nisso, reunimos em um e-book os sete principais erros cometidos na gestão industrial, tema útil tanto para quem pode identificar falhas que estejam ocorrendo em sua empresa quanto para quem é capaz de impedir que elas aconteçam a partir dessas informações.

Porém, não se preocupe caso você identifique que algum desses erros esteja ocorrendo na sua indústria! É assim mesmo que funciona: é necessário saber que o problema está acontecendo para buscar as soluções para ele. E por falar em soluções, além de elencarmos essas falhas comuns, também trazemos neste e-book algumas dicas para administrá-las e até mesmo para evitar que aconteçam. Ficou curioso? Clique na imagem abaixo para fazer o download do material!

 

Os sete principais erros na gestão industrial

Como já dissemos, as falhas na gestão industrial podem ocorrer nas mais variadas áreas e processos. Na produção, por exemplo, um erro frequente é a falta de planejamento de demanda, o primeiro que tratamos no e-book.

Ela ocorre quando uma empresa aceita produzir o pedido feito por um cliente, mas não analisa se realmente é capaz de cumpri-lo. Essa avaliação leva em conta vários aspectos, como matéria-prima e funcionários em quantidade suficiente para atender ao pedido, por exemplo.

É certo que aumentar a demanda é importante para fazer crescer o faturamento e expandir os negócios, porém, é preciso cuidar para não gerar desgaste entre os colaboradores, problemas no estoque e, consequentemente, falhas em relação à qualidade do produto final.

E se tratando de produto final, sabemos que a logística é parte fundamental dos negócios industriais, já que é o setor responsável por enviar a mercadoria aos clientes. A logística interna é tão importante quanto, e é em relação a essa área que outro erro costuma ocorrer: a logística fragmentada.

Essa falha costuma acontecer quando não há diálogo e unificação entre os setores de uma indústria, o que acaba gerando atrasos internos e gargalos na produção. Por isso, este é outro erro elencado no e-book, que também traz dicas para solucionar o problema, caso ele esteja acontecendo no seu negócio.

Essa falha costuma acontecer quando não há diálogo e unificação entre os setores de uma indústria, o que acaba gerando atrasos internos e gargalos na produção. Por isso, este é outro erro elencado no e-book, que também traz dicas para solucionar o problema, caso ele esteja acontecendo no seu negócio.

 

Manutenção, tecnologia e qualificação da equipe

Se você alguma vez já esqueceu de pensar na manutenção da sua empresa, saiba que esse é outro erro grave e muito frequente. Investir em manutenção é investir no seu próprio negócio, prevenindo riscos como a perda de matéria-prima, ou de produto já finalizado, e acidentes de trabalho. A prevenção por meio da manutenção é uma carta na manga para evitar prejuízos e, por isso, o assunto também ganha um capítulo no nosso e-book.

Além disso, estamos começando a vivenciar a chamada quarta revolução industrial, que com o uso das ferramentas promovidas pela inteligência artificial, por exemplo, traz maior produtividade e a otimização dos processos industriais. Diante desse contexto, não investir em tecnologia é outro erro que diz respeito à gestão industrial. Por isso, para não ficar para trás em relação à concorrência e estar de acordo com as tendências do mercado, é necessário investir em inovação e novas tecnologias.

E se os aspectos de produção são fundamentais, como falamos até aqui, tão ou mais importante é ter uma equipe qualificada, principalmente no que diz respeito aos gestores e líderes do negócio. Essas pessoas devem ter uma visão estratégica voltada à gestão de pessoas e dos processos da empresa, já que são as responsáveis por motivar os funcionários a garantir a qualidade da produção. Por isso, pouco preparo e qualificação dos líderes é um erro a ser combatido com urgência!

 

Cálculo dos custos de produção e relacionamento com o mercado

Outra falha comum e que tem um grande impacto na gestão industrial é calcular de forma errada os custos de produção. Há uma diferença entre custos e despesas, como explicamos no e-book, e saber administrar esses dois conceitos e tudo o que eles envolvem é assegurar que sua empresa não tenha prejuízos.

Por fim, o sétimo erro do qual tratamos no material especial sobre gestão industrial tem relação com a parte final do processo, que é a deficiência no relacionamento com o mercado e os clientes. Conhecer o seu cliente, identificar suas demandas e ajudar a atendê-las é parte fundamental no dia a dia — e também o que falta para muitos negócios.

E, então, deu para ter uma boa ideia do que reunimos neste e-book, não é verdade? Para conhecer melhor esses erros e também as boas práticas para evitá-los e solucioná-los, baixe agora mesmo o material e tenha acesso ao conteúdo completo!

 

E caso tenha alguma dúvida, já sabe: conte com a Pró-Data System’s. Nossa equipe está sempre à disposição para ouvi-lo e auxiliá-lo a garantir os melhores resultados na sua indústria também!

Dúvidas? Entre em contato agora mesmo

FALE COM NOSSOS CONSULTORES