Conheça os cuidados necessários à gestão financeira da indústria

Sem exageros, existem alguns cenários de estabilidade que basicamente todas as indústrias buscam alcançar no dia a dia: fazer o negócio crescer, aumentar os lucros e a rentabilidade, manter os números de produtividade elevados e estáveis e reduzir os custos de processos administrativos e operacionais. E se existe um ponto em que todas essas variáveis que fazem parte da busca constante pelo sucesso industrial se convergem é na gestão financeira — a base mais importante de qualquer negócio na hora de traçar planos e metas, tirar grandes projetos do papel ou investir em expansão. Afinal, o gestor sabe que qualquer ação que tenha impacto na realidade da indústria passa por um rigoroso e abrangente controle de caixa e, por isso, dedicar tempo e cuidado ao fluxo de dinheiro da sua empresa nunca é demais.

É claro que, como qualquer outro modelo de negócio do mundo, o principal objetivo da indústria é o lucro. Contudo, é importante ter em mente que o conceito de gestão financeira vai muito além de uma conta bancária que finalize o mês com saldo positivo. Neste cenário, é imperativo que o seu negócio invista em um acompanhamento de todo o capital, contabilizando os custos e o lucro e planejando quais investimentos fazer. Se você não sabe com precisão a origem e o destino dos recursos da sua empresa, talvez seja hora de fazer um levantamento e uma análise completa das transações financeiras, acompanhando de perto todos esses números em busca daquele gargalo que pode estar impedindo o seu negócio de atingir os números ideias, por exemplo.

 

Como fazer uma boa gestão financeira da indústria

De olho na maximização dos resultados, elaboramos uma lista com três dicas essenciais para o sucesso da gestão financeira da indústria. Confira:

 

1 – Faça um controle de custos

Não é segredo que a concorrência tem forçado empresas a terem mais flexibilidade, tanto na redução dos preços dos produtos vendidos quanto nas suas estratégias para ganhar mercado entre os concorrentes. Dentro de uma indústria, a redução de custos pode ser um desafio, mas também um caminho para garantir a competitividade no mercado — isso porque se faz necessário, cada vez mais, maximizar os lucros e aumentar a produtividade. Vale dedicar um tempo para entender amplamente o modelo de negócio da sua empresa, desde o processo de tomada de decisões sob aspectos operacionais, legais e gerenciais até o passo a passo da confecção do seu produto final. Lembrar que estes dados são fundamentais para um planejamento eficiente nunca é demais, e por isso as informações devem ser muito claras e diretas, pois o levantamento inadequado do controle pode causar sérias consequências e disparidades nos números oficiais.

 

2 – Acompanhe a sua produção

Não há sucesso no que não se gerencia e não se gerencia o que não se mede. Portanto, monitorar os resultados é outra ação necessária para um bom planejamento e controle de produção industrial. É imprescindível que o gestor faça um acompanhamento constante para avaliar se tudo está indo como o previsto ou se é necessário realinhar as estratégias adotadas. É possível estipular algumas métricas, que devem ser escolhidas ou criadas de acordo com a área de atuação da empresa, o público e o tipo de mercadoria que é produzida. Esses números poderão dar respostas conclusivas à gestão financeira, tornando possível saber se os resultados estão conduzindo o negócio a alcançar os seus objetivos. No caso de a organização cometer erros ou experimentar algumas falhas, o monitoramento também é importante no feedback para ajudar a identificar qual a melhor forma de corrigi-los ou evitá-los.

 

3 – Fique de olho no orçamento

Administrar o orçamento da sua empresa com sabedoria pode ser também um grande diferencial na hora de garantir que a sua marca se mantenha competitiva e atraente no mercado. Explicamos: quando o gestor consegue organizar o fluxo de caixa de forma eficiente, fica mais fácil fazer uma distribuição justa dos recursos para os setores da indústria que precisam de um investimento, digamos, mais imediato. Afinal, de nada adianta que as suas equipes de produção tenham ótimos resultados, por exemplo, se a sua equipe de vendas não tem ferramentas eficientes para escoar a produção. Assim, organizar a balança ajuda a colocar todas as divisões da sua empresa caminhando no mesmo passo, resultando não apenas em mais agilidade nas suas entregas, mas também em mais tranquilidade para você.

 

A tecnologia também pode ajudar — e muito!

Mesmo sabendo que colocar uma boa gestão financeira em prática não é uma tarefa fácil, vale lembrar que existem softwares desenvolvidos especialmente para integrar todas as informações corporativas, incluindo as financeiras, que ajudam a descomplicar a gestão. É o caso dos ERPs, softwares onde os dados da sua empresa são armazenados e organizados com segurança, de modo que os gestores consigam administrar todo o processo de compras, mapear o processo produtivo, controlar com eficiência o financeiro, rastrear o material dos fornecedores, gerir a cotação dos preços, controlar os estoques de forma sistemática e ainda agilizar o comercial.

Este é o caso da solução ERP Radar Empresarial. Ela oferece uma gestão completa, inteligente e funcional, permitindo o gerenciamento e a integração de todos os processos. Falando especificamente das finanças, o sistema é capaz de organizar compras, vendas, impostos, comissões, folha de pagamento, devoluções e adiantamentos. Tudo para garantir fluxos de caixa em diversos formatos, com a possibilidade de simular negociações de títulos e, assim, tomar decisões mais assertivas.

Que tal conhecer os benefícios que nosso ERP pode garantir à gestão financeira da sua indústria? Entre em contato com a gente ou deixe um comentário no espaço abaixo. Estamos à disposição para auxiliar a sua empresa a crescer cada vez mais.

Dúvidas? Entre em contato agora mesmo

FALE COM NOSSOS CONSULTORES