A importância da manutenção industrial como ação estratégica

Quando o assunto é excelência na gestão da indústria, logo pensamos em uma boa logística, administração eficiente dos recursos financeiros e estratégias de marketing certeiras, não é verdade? No entanto, há outros fatores importantes que devem ser considerados nesta análise. Um deles é a manutenção industrial, muitas vezes vista como um gasto desnecessário pelos gestores.

Por isso, começamos este artigo frisando que, pelo contrário, a manutenção industrial é um investimento importante para que o negócio se antecipe aos riscos, corrija problemas e faça um planejamento com base em informações corretas. Justamente por isso, deve ser considerada uma ação estratégica para o bom funcionamento da indústria.

 

A importância da manutenção industrial

A manutenção industrial pode ser definida como um conjunto de ações necessárias para manter uma peça, equipamento, máquina ou sistema em condição de operação objetivando a máxima vida útil. Pense bem: do que adianta estar produzindo a todo vapor se, de uma hora para outra, um maquinário apresentar algum defeito e acabar tendo que ficar parado por dias, prejudicando toda a cadeia produtiva?

Agir de maneira preventiva, encarando a manutenção industrial como um investimento, além de ser importante para a produção, também impacta na qualidade do seu produto, já que uma máquina defeituosa pode acabar danificando as mercadorias.

A segurança e o cumprimento de prazos são outros dois pontos que devem ser citados aqui. Afinal, a prevenção é fundamental para evitar acidentes de trabalho e, ainda, garantir que tudo seja produzido e entregue respeitando os prazos estabelecidos com os clientes. Consequentemente, a imagem da sua marca ganha credibilidade no mercado.

 

Estabeleça rotinas e procedimentos

Como vimos, a manutenção industrial deve ser encarada como ação estratégica. E, para isso, exige a implementação de políticas e processos internos que meçam sua eficiência. Mas como executar isso de maneira eficiente e contínua?

Para começar, é preciso estabelecer procedimentos de inspeção, a fim de criar rotinas que assegurem a implantação efetiva da manutenção periódica na indústria, pois de nada adianta fazer a manutenção dos equipamentos uma vez e abandonar essa prática nos meses seguintes.

Depois, os dados coletados a partir das checagens devem ser registrados e guardados de modo organizado. Dessa forma, é possível manter um histórico sobre as análises e identificar e corrigir práticas que não estejam sendo executadas conforme o planejado.

 

Tipos de manutenção industrial

Há três tipos de trabalho de manutenção industrial. Veja:

 

Manutenção preventiva

Como o próprio nome sugere, consiste em atuar de modo preventivo. São as medidas tomadas para antecipar possíveis falhas que venham a acontecer. Por exemplo: uma peça que está apresentando desgaste pode ser substituída por uma nova antes mesmo de acabar comprometendo o desempenho da máquina, o que evita que a produção seja interrompida em função disso.

Esta manutenção é feita de maneira programada e sistemática, de acordo com uma rotina e procedimentos preestabelecidos.

 

Manutenção corretiva

É a forma reativa de agir após algum dano, quando a produção já teve de ser paralisada por conta de uma falha no maquinário. Sabe aquela peça, do exemplo anterior, que estava desgastada? Neste caso, em uma situação que não houve manutenção preventiva, ela acabou chegando ao seu limite, levando o maquinário a uma parada de emergência.

Como não é possível saber quando isso pode acontecer, essa manutenção é feita em caráter de urgência, visando o reparo daquele item específico. Isso pode ser um problema no que diz respeito às condições de trabalho, já que, por conta da pressa em realizar o conserto e colocar a máquina de volta à ativa para dar continuidade à produção, tende a resultar em desgaste físico e mental, comprometendo a segurança dos funcionários.

 

Manutenção preditiva

A tecnologia é parte importante desse tipo de manutenção. Por meio de análises detalhadas, é possível identificar as condições dos equipamentos, sua vida útil e como utilizar o período de produtividade da maneira mais proveitosa possível. Dessa forma, obtém-se um diagnóstico preciso sobre a real situação dos maquinários, antecipando ainda mais as possíveis falhas, pois oferece uma visão completa a respeito deles.

Além disso, também evita desmontagens para inspeção, detecta previamente quando uma máquina precisa de manutenção e em qual peça especificamente, o que confere mais confiança em relação ao desempenho dos equipamentos utilizados na produção, pois impede que o gestor seja pego de surpresa. Assim como a preventiva, a manutenção preditiva também objetiva a redução de custos com manutenção corretiva, que se mostra pouco eficiente quando comparada com as demais, e a otimização da produtividade.

Quer dizer: trabalhar proativamente, ficando atento às adversidades e minimizando impactos negativos é imprescindível para uma boa gestão industrial. Mas tudo isso só é possível com uma boa gestão da manutenção. E a Pró-Data System’s pode ajudar nisso por meio da solução ERP Radar Empresarial, que possibilita registrar e controlar as execuções de manutenções preventivas e corretivas dos recursos por tipo de máquina.

O software também permite que a indústria programe toda a manutenção por prazos determinados e esporádicos, programando e solicitando os materiais necessários para a revisão dos equipamentos. Muito útil, você concorda?

Então, se você busca gerenciar corretamente a manutenção da sua indústria, converse com a gente! Conheça todas as funcionalidades da nossa solução e aproveite todas as facilidades que elas podem proporcionar ao seu negócio.

 

Dúvidas? Entre em contato agora mesmo

FALE COM NOSSOS CONSULTORES